E3 2019: Com Gods & Monsters, a Ubisoft tenta expandir sua criatividade

Normalmente, o último jogo apresentado numa conferência da E3 é um projeto no qual você tem extrema confiança, e desde o primeiro Watch Dogs, a Ubisoft gosta de guardar uma surpresinha para o final de sua apresentação na feira. Em 2019, isso ficou a cargo de Gods & Monsters.

Normalmente, o último jogo apresentado numa conferência da E3 é um projeto no qual você tem extrema confiança, e desde o primeiro Watch Dogs, a Ubisoft gosta de guardar uma surpresinha para o final de sua apresentação na feira. Em 2019, isso ficou a cargo de Gods & Monsters.

Gods & Monsters é o próximo jogo da equipe da Ubisoft Quebec por trás do gigantesco Assassin’s Creed Odyssey. Depois de fazer o maior e mais expansivo projeto da distribuidora até aqui, eles estão partindo para algo muito diferente com o objetivo de abrir suas asas quando o quesito é criatividade.

Desde Origins, Assassin’s Creed tem abraçado mais e mais o lado mitológico da franquia, colocando os deuses e lendas do Egito – e em Odyssey, da Grécia – dentro dos games. É de esperar que ao preparar Odyssey, a equipe de Gods & Monsters tenha se apaixonado pela mitologia grega, e é daí que surge este novo jogo.

-- publicidade --

Apesar de ser mais fantasioso, Assassin’s Creed sempre será focado no nosso mundo e em narrativas que envolvem acontecimentos e figuras reais. Gods & Monsters é a tentativa da Ubisoft Quebec de ver o que aconteceria se eles fizessem um projeto no qual essas amarras não existem. Um chute de que mesmo sem o apelo de visitar épocas presentes nos nossos livros de história, eles conseguem criar uma experiência engajante e divertida.

Assim como Assassin’s Creed, Gods & Monsters será um jogo de ação em mundo aberto. Ele conta a história de “um herói esquecido” chamado para tentar salvar os deuses gregos. Sua jornada te leva à Ilha dos Abençoados, um local infestado de criaturas como Górgonas, Hidras e Ciclopes. Lá, você deve tentar resgatar os deuses do Olimpo, que te abençoam como grandes poderes, do monstro mais letal da mitologia grega – o Tifão. Tudo isso será contado com uma direção artística pictórica. Para Gods & Monsters, a Ubisoft está deixando o fotorrealismo de lado e criando um jogo digno de livros de colorir, algo que à primeira vista lembra The Legend of Zelda: Breath of The Wild.

E3 2019: Com Gods & Monsters, a Ubisoft tenta expandir sua criatividade



DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui