Imagem de: Brasil fica em 9º em ranking de maiores mercados de software do mundo

Brasil fica em 9º em ranking de maiores mercados de software do mundo

O Brasil foi confirmado pelo segundo ano consecutivo na nona colocação do ranking mundial de softwares e serviços. O levantamento foi divulgado na 8ª Conferência Anual da ABES (Associação Brasileira das Empresas de Software), que utilizou dados da consultora IDC no relatório.O país fechou 2017 com um mercado que vale US$ 18,6 bilhões (ou 1,6% do total mundial) — um valor relativamente alto, que deixa o Brasil próximo da Austrália, oitava colocada, e na frente de nações como Itália e Holanda. Hoje, o setor de software representa 1,9% do PIB (Produto Interno Bruto) nacional.Todos os indicadores brasileiros aumentaram de 2016 para o ano passado, incluindo a quantidade de empresas atuando no setor: 17 mil companhias. Desse total, 49,3% são empresas consideradas micros (com 10 funcionários ou menos) e 46,2% são pequenas (de 10 a 99 empregados). Só 0,5% é considerada grande, tendo 500 ou mais colaboradores.E só tende a crescer”O ano de 2017 evidenciou uma retomada no crescimento do setor de TI no Brasil, após um 2016 difícil. Foi o ano do início da recuperação que esperamos continuar em 2018, com a retomada dos investimentos em tecnologia, que não podem mais ser postergados”, afirma Jorge Sukarie, presidente do Conselho da ABES.A projeção atual indica que o mercado brasileiro de tecnologia da informação crescerá 4,1% em 2018, seguindo tendências como o amadurecimento das tecnologias ligadas à Internet das Coisas e uma expansão do mercado de tablets e smartphones para o ramo corporativo, além de assuntos como Big Data/ Analytics, Cognitive/AI, cloud pública e multicloud. O estudo completo estará disponível no site da ABES a partir do dia 21 de agosto.

Brasil fica em 9º em ranking de maiores mercados de software do mundo



DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui