Imagem de: Cuidado com os jogos para smartphones, eles podem conter ameaças

Cuidado com os jogos para smartphones, eles podem conter ameaças

Não é novidade que hackers utilizam inúmeras formas de atacar os dispositivos móveis. A questão é que as ameaças estão e chegando também ao meio físico. Os criminosos criam falsos aplicativos clonando alguns dos games famosos para smartphones com o intuito de roubar dados de usuários, e alguns deles podem ter acesso a mensagens, ligações, endereços, fotografias salvas no aparelho e ferramentas de interação online. Isso possibilita que os bandidos ludibriem crianças, por exemplo, marcando encontros em pontos da cidade para cometer algum crime físico.

Segundo um estudo realizado pelo McAfee, no ano de 2014 o jogo Flappy Bird foi bastante copiado após ser tirado do ar, sendo que a maioria (80%) dos apps falsos possuía algum tipo de malware. Recentemente, existiram casos de clonagem do Pokémon Go enquanto o jogo ainda não havia sido lançado no Brasil. A preocupação é grande, pois alguns dos games clonados oferecem créditos e benefícios que podem ser adquiridos com dinheiro real.

Nesse sentido, o perigo é maior, já que o hacker pode chantagear os jogadores — há casos em que usuários enviaram fotos íntimas aos malfeitores em troca de itens e moedas do game. Dentro dessas plataformas, há ferramentas que permitem o envio de anexos, abrindo a possibilidade de receber conteúdo infeccioso via chat. A Intel Security listou uma série de precauções para evitar esses ataques.

Cuidado com os jogos para smartphones, eles podem conter ameaças



DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui