Imagem de: Mais suave: “overclock” faz tela do Xiaomi Mi 9 pular de 60 para 84 Hz

Mais suave: “overclock” faz tela do Xiaomi Mi 9 pular de 60 para 84 Hz

A comunidade de usuários de smartphones Xiaomi descobriu no último fim de semana que é possível fazer uma espécie de overclock na tela do mais recente top de linha da marca, o Mi 9, de uma forma relativamente simples. Com isso, o dispositivo sai da frequência padrão de 60 Hz e chega a 84 Hz, um ganho de 40% no desempenho.Melhorar a frequência de atualização da tela faz com que a interface, apps e games rodem no dispositivo de uma forma “mais suave”. Mesmo animações rápidas serão reproduzidas na tela com mais fidelidade, tornando a experiência de uso mais agradável. Xiaomi Mi 9 Menor preço 2.269,55 Geral Câmera Ofertas Chipset: Qualcomm Snapdragon 855 (SDM855) Sistema Operacional: Android 9.0 Pie Capacidade de Bateria: 3300 mAh Tamanho de Tela: 6,39 polegadas Memória RAM: 6 GB ou 12 GB Armazenamento Interno: 64 GB, 128 GB ou 256 GB Câmera Traseira: 48 MP (f/1.8, 1/2″, 0.8µm) + 16 MP (f/2.2, 13mm) + 12 MP (1.0µm) Câmera Frontal: 20 MP (f/2.0, 0.9µm) Vídeo: [email protected]/60fps, [email protected]/120/240fps, [email protected] 2.269,552.270,452.270,452.326,682.439,00Enquanto a grande maioria dos smartphones chega ao mercado com telas funcionando a 60 Hz, alguns modelos já estão trazendo uma taxa de atualização maior, como é o caso dos dois Razer Phones, que chegam a 120 Hz. O OnePlus 7 Pro também tem um display melhorado, chegando na casa dos 90 Hz.Para aplicar esse MOD no Mi 9, é preciso ter um bootloader destravado, naturalmente. Mas quem tem algum conhecimento de programação ou mesmo experiência com modificação de ROMs em smartphones consegue realizar o procedimento sem maiores problemas.Segundo o XDA Developers, o MOD funciona tanto em ROMs baseadas na MIUI da própria Xiaomi quanto em ROMs paralelas desenvolvidas pela comunidade. As instruções estão aqui.Problemas e precauçõesNão se sabe ainda se esse overclock tem algum impacto negativo definitivo no display, mas os membros da comunidade da MIUI que já testaram na novidade dizem que a tela fica com um tom um pouco esverdeado. Ninguém parece extremamente preocupado com isso, entretanto.Note ainda que aumentar a frequência de atualização de uma tela pode aumentar significativamente o consumo de bateria desse componente. Um representante da própria Xiaomi chegou a comentar o assunto explicando que esse foi um dos pontos que fez a empresa escolher manter o Mi 9 em 60 Hz.Se você resolver testar essa modificação, não se esqueça de compartilhar suas experiências na seção de comentários.

Mais suave: “overclock” faz tela do Xiaomi Mi 9 pular de 60 para 84 Hz



DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui