Imagem de: Os 50 eletrônicos mais influentes da História

Os 50 eletrônicos mais influentes da História

A TIME fez um pedido interessante: pense no gadget que você não consegue viver sem. Exatamente, aquele smartphone, aquele smartwatch ou até aquele video game que simplesmente “comanda a sua vida”. Para chegar neste nível, ele foi influenciado por muitos produtos.

Então, a TIME montou um ranking com os 50 gadgets mais influentes da história. Independentemente do produto que você tenha pensado anteriormente, você vai encontrar um similar nesta lista. Algum gadget que, com certeza, foi o inspirador.

Abaixo, você vai acompanhar o TOP 15, com detalhes e mais informações sobre cada gadget. Logo abaixo, a lista é completa com os outros 35 itens.

NES

-- publicidade --

O NES é um dos consoles mais amados já feitos pela indústria — no Brasil, ele foi chamado de “Nintendinho”. O video game foi lançado no mercado japonês em 1983 e desembarcou nos EUA em 1985, e até hoje se encontra no TOP 10 de consoles mais vendidos da história.

Várias franquias também ajudaram no sucesso do Nintendinho: Mario, Metroid, Donkey Kong e Zelda são algumas delas.

US Robotics Sportster 56K Modem

Se você tem mais de 16 anos, as chances de ter ouvido o barulho tenebroso da conexão via internet discada são grandes — e se você lembra do “beeeeep uén” que o PC fazia, provavelmente o som está na sua cabeça agora.

O modem de 56K da US Robotics, o Sportster, foi um dos primeiros “modems dial-up” vendidos em massa e, com certeza, definiu um padrão de gadget para conexão pelos anos seguintes.

Atari 2600

O Atari é um ícone quando falamos em consoles. Lançado em 1977 nos EUA e em 1983 no Brasil, o Atari não é apenas um video game, mas também é um ícone pop. Fenômeno de vendas no mundo todo, ele trouxe diversão para muitas casas que nunca tiveram contato com esse “mundo” — entre os jogos mais famosos, estão Space Invaders e Pac-Man.

Philips N1500 VCR

O Philips N1500 foi um gravador de videocassete de muito sucesso. Lançado em 1972, ele oferecia um sintonizador e um timer, algo “avançado” para a época. Ainda, ele foi o primeiro gadget do mercado que permitia aos usuários gravarem programas televisivos — o único problema dele era o preço, em valores ajustados para 2016, ele custaria US$ 6,5 mil.

Canon Pocketronic Calculator

A Canon desenvolveu essa calculadora com três circuitos únicos. Eles permitiam que usuários realizasse contas de subtração, multiplicação e divisão. Como foi um dos produtos pioneiros do tipo, lançado em 1970, o preço também era uma barreira: US$ 2,1 mil, na cotação atual.

Apesar do preço alto, ela abriu caminho para novas calculadores que, poucos anos depois, já custavam US$ 20.

Vibrador Magic Wand

O Magic Wand foi um vibrador que mudou o mercado do sexo na década de 60. Ele influenciou terapeutas sexuais e até foi citado em um episódio do seriado Sex and the City.

iPod

Chegando ao mercado em 2001, o iPod não foi o primeiro player MP3 do mercado. Contudo, ele se tornou um fenômeno por vários fatores, como capacidade de armazenamento, design e a influencia feita pelo marketing da Apple. A facilidade de uso também foi um ponto positivo.

Kodak Brownie Camera

Barato, pequeno e uso fácil, essa câmera custava apenas US$ 1 e foi uma das primeiras câmeras “pequenas” a serem mostradas ao mercado. Desde crianças até soldados buscavam uma delas para uso. Quer saber quando ela foi lançada? Em 1900.

Este rádio pós-segunda guerra mundial, desenvolvido pela Texas Instruments, foi o primeiro rádio transistor de massa. Ele custava US$ 49 e funcionava com baterias.

Victrola Record Player

Como um belo adorno caseiro, este amplificador sonoro fez um sucesso por causa da capacidade de reproduzir óperas e músicas clássicas, além de ter uma aparência que não fazia feio. No caso, o Victrola Record Player era produzido pela Victor Talking Machine Company.

IBM PC

Computadores. Os computadores poderiam ocupar facilmente o primeiro lugar desta lista, mas esta não foi a decisão da TIME. Em quinto lugar, o IBM Model 5150 foi lançado em 1981 e trouxe todo o “poder corporativo” para as casas. Rodando em DOS, praticamente tudo que temos hoje em termos de computação nasceu nessas máquinas.

Walkman

Os walkmans foram os primeiros gadgets de música que uniam portabilidade, simplicidade e baixo custo para o usuário. A Sony desenvolveu este sucesso para rodar com duas baterias AA e acabou vendendo mais de 200 milhões de dispositivos. É válido notar que ele abriu as portas para a chegada de players de CD e do próprio iPod, citado anteriormente.

Macintosh

Com uma nova interface de usuário, mouse bem fácil de usar e uma aparência mais agradável aos olhos, a Apple mostrou que os computadores também poderiam ser gadgets mais bonitos — mesmo que ela tenha perdido, na época, a batalha para a Microsoft e o Windows.

TV Trinitron

Lançada em 1968, exatamente quando os televisores a cores estavam começando a vender bem nos EUA, a Trinitron ganhou vários prêmios por unir design e tecnologia, além de emplacar unidades em mais de 100 milhões de casas pelo mundo.

Apple iPhone 3GS

De acordo com a TIME, este é o gadget mais influente de todos os tempos: o Apple iPhone. Mesmo que ele tenha sido influenciado por muitos outros produtos, a TIME acredita que a Apple foi a “primeira companhia a colocar um verdadeiro poder computacional no bolso de milhões de pessoas”. O iPhone chegou ao mercado em 2007 e, mesmo que smartphones já existissem, foi o iPhone que uniu acessibilidade e beleza em um só gadget. Dessa maneira, o mundo começou a mudar, chegaram os aplicativos móveis, e até hoje estamos em constante transformação.

Google Glass (50°)

Sony Playstation (31°)

Game Boy (16°)

Motorola Bravo Pager (18°)

O que você achou deste ranking? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo:

Os 50 eletrônicos mais influentes da História



DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui