Imagem de: Detentos dos EUA terão dentaduras feitas a partir de impressora 3D

Detentos dos EUA terão dentaduras feitas a partir de impressora 3D

Impressoras 3D têm revolucionado diversos setores, que vão desde a construção civil até a área da saúde. Nesse último caso, elas estão sendo usadas inclusive para imprimir dentaduras de modo mais rápido. Por essa razão, o governo do Texas, nos Estados Unidos, decidiu imprimi-las para os detentos do estado. O processo tradicional para obter uma prótese desse tipo é um pouco demorado: o paciente deve ir até o dentista, para que ele faça um molde. Após essa consulta, o profissional envia esse mesmo molde para um técnico protético — especialista em produzir próteses dentárias. Depois entre 10 e 20 dias, a prótese é devolvida ao odontólogo. Assim, novas consultas são marcadas para que ele possa fazer ajustes, que garantam o conforto permanente ao paciente.

Com a impressora 3D, parte dessas etapas deixa de existir. No caso, é preciso apenas que um profissional filme a boca do paciente e envie essas imagens para impressão 3D. Já o ajuste, pode ser feito em até uma hora. A ideia acabou chamando a atenção de autoridades do Texas, que precisavam tomar medidas rápidas e baratas, para o número considerável de pessoas sem dentes na população carcerária do estado, isso considerando jovens e idosos. Nesse sentido, após a compra das impressoras 3D, todo o processo pode ser feito de dentro das penitenciárias. Assim a economia é resultante do fato de não ser mais necessário conduzir os detentos, várias vezes, para um consultório. Da mesma forma, o custo com material para obter as próteses é bem menor do que em produções comuns.

Detentos dos EUA terão dentaduras feitas a partir de impressora 3D




DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui